23 de janeiro de 2018

AS 8 CHAVES DA PAZ E FELICIDADE ESPIRITUAL - POR PREM BABA

 
 
“PRIMEIRA CHAVE: SILÊNCIO.

O silêncio é uma forma de bater na porta do salão da verdade. Ele é a base que te prepara para qualquer prática; é o alicerce do edifício da consciência. Tudo que é belo e verdadeiro nasce do silêncio.

Um instante de silencio é suficiente para exorcizar todos os demônios, porque os demônios são os pensamentos. Se existe um pensamento compulsivo constantemente assombrando a sua mente, é porque você deu muita atenção a ele, ou seja, você o alimentou acreditando nele. Mas, ao aquietar a mente, todos os fantasmas desaparecem. Não importa quão antiga seja a escuridão, uma pequena fresta de luz dissipa toda escuridão porque ela é somente a ausência de luz. O silêncio invoca a luz. Quando a mente se acalma, tudo se acalma.

O preço para a realização espiritual é a solidão. Em algum momento você vai ter que encarar a si próprio. Por isso é fundamental aprender a ficar sozinho e em silêncio. Você também pode chamar esta prática de meditação. Mas, eu não quero que você se perca no labirinto das idéias e conceitos, na ginástica do intelecto. Permita-se apenas ficar retirado e em silêncio, observando a grama crescer. Abandone toda a pressa e todo o desejo de chegar a algum lugar.

Feche os olhos e focalize no ponto entre as sobrancelhas. Brinque de cultivar o silêncio.
 


SEGUNDA CHAVE: VERDADE.

Falar a verdade não quer dizer que você vai sair por aí dizendo aos outros tudo o que pensa ser verdade, desconsiderando o fato do outro não estar pronto para ouvi-la, o que pode gerar mais conflito, mais guerra. Seguir a verdade significa ouvir o chamado do seu coração.

Se ainda há desconforto e sofrimento na sua vida, significa que ainda há uma camada de mentira te envolvendo. Seja corajoso para encarar suas mentiras. Sem coragem você não será capaz de encarar a verdade. Procure identificar quando você ainda não pode ser honesto com você mesmo e com a vida; quando você tem que usar uma máscara e não pode ser autêntico e espontâneo; quando você tem que fingir que é diferente do que é. Dê uma olhada nas diversas áreas da sua vida.

Você terá algum trabalho, mas é um bom trabalho. Lembre-se que “a verdade vos libertará”.



TERCEIRA CHAVE: AÇÃO CORRETA.

Isso não tem nada a ver com moralismo. A ação correta, ou ação consciente, não se baseia no que está fora, ou seja, não depende da aprovação do mundo externo. Não é seguir um manual com regras sobre o que está certo ou errado. É uma ação determinada pela intuição, que é a voz do silêncio. É ter coragem de ser você mesmo, autêntico e espontâneo. Agir conscientemente significa colocar o amor em movimento, ou seja, trilhar o Caminho do Coração.
 

 

QUARTA CHAVE: NÃO VIOLÊNCIA.

A não violência é a ação sem ego. É a atitude não contaminada pela vingança e pelo ódio. É não dar passagem para a maldade que provoca sofrimento no outro, não importa em qual nível.

A não violência ou ahimsa, como é conhecida na tradição do hinduísmo, não é cruzar os braços e ficar esperando que as coisas aconteçam. Ela, muitas vezes, envolve ação, atitude. Mas, é uma ação que nasce do coração – é espontânea e sempre vem com sabedoria e compaixão. Não é o ódio ou o medo se manifestando.

Eu mesmo já questionei o poder de ahimsa. Parece que só deu certo com Gandhi, na Índia. Mas, não é verdade. Ahimsa é o remédio que esse planeta precisa. A compaixão é o remédio e ahimsa é compaixão.




QUINTA CHAVE: AMOR CONSCIENTE

Eu uso esta palavra ‘consciente’, porque a palavra amor foi degenerada. Nós demos a ela tantos outros significados que não têm nada a ver com a sua essência. Para o senso comum, o amor está ligado ao egoísmo, a uma satisfação pessoal. Ele é confundido com a paixão, com o sexo e até mesmo com o ódio. Isso acontece de uma forma inconsciente: a entidade acredita estar amando porque não tem consciência do que é amor.

Não é possível definir o amor com palavras, mas eu posso dizer que amar inclui um desejo sincero de que o outro seja feliz. Inclui ver o potencial adormecido no outro e dar força para ele acordar. É querer ver o outro feliz sem querer absolutamente nada em troca. Em última instância, amar conscientemente significa amar desinteressadamente.

Mas, para que possa utilizar essa chave se faz necessário que você reconheça o seu desamor.

Procure identificar em quais situações e com quem você ainda não pode ser amoroso. Aonde e com quem o seu amor não flui livremente? Em que situações o seu coração se fecha? Aí há uma pista para você. Vá atrás dessa pista e você descobrirá muito sobre si mesmo. Essa é uma forma de trazer paz para esse mundo: aprendendo a ser amigo do seu irmão; amigo do seu vizinho.

Aprender a não julgar os erros do outro. Antes de levantar o seu dedo para acusar o outro, olhe para si mesmo, e pergunte: “Será que eu não tenho um defeito igual, ou outros até piores? ” “Será que o meu vizinho não tem nada de bom para eu focar a minha atenção? ” Comece a focar no bom que o outro tem. Essa é sua grande missão.




SEXTA CHAVE: PRESENÇA.

Estar presente significa estar total na ação. É lembrar-se de si mesmo a cada instante. Quando você pode experienciar a presença, a sua energia cresce e você percebe o amor passando por você. Se puder sustentar esse estado de alerta, você terá a percepção de que tudo é sagrado, e a partir dessa percepção, poderá expandir sua energia conscientemente na direção do outro.

Eu sugiro uma prática bem simples para o seu dia a dia. Habitue-se a perguntar: Onde estou? O que estou fazendo? Permita-se parar, apenas por alguns segundos, absolutamente tudo o que você está fazendo. No meio da ação, pare e pergunte-se: Quem está fazendo? Assim você interrompe a imaginação e volta para o seu corpo, para a presença, para a totalidade na ação. Esse é o caminho.

A presença é a chave mestra. Mas, porque não vamos diretamente para ela? Porque nem todos estão prontos para usufruir dela. Poucos estão maduros para abandonar o pensar compulsivo, já que isso lhes dá um senso de identidade. Então, em muitos casos, é necessário um trabalho de purificação que é este trabalho de transformação do “eu inferior”, para que você esteja pronto para ancorar a presença. Para isso, o corpo é o portal. Sinta-se ocupando o corpo. Sinta seu campo de energia e mova-se a partir dessa percepção.

 


SÉTIMA CHAVE: SERVIÇO DESINTERESSADO.

Servir desinteressadamente significa colocar seus dons e talentos a serviço do amor. É quando você pode se doar verdadeiramente ao outro, sem máscaras, sem necessidade de agradar ou fazer o que é certo com a intenção de ser recompensado. O único objetivo é ver o outro bilhar. Você se torna o amor que se move em direção à construção.

Acordar pela manhã, consciente de que está acordando para servir, ilumina a alegria de viver. Naturalmente, a consciência do serviço aumenta a conexão com o divino, porque, por mais que cada um tenha seus talentos e dons individuais, ou seja, uma forma particular na qual o amor se expressa através de você – é o próprio amor que está se expressando. No serviço, você se torna um canal do amor. Por isso, eu digo que o serviço é uma forma de manter a chama da conexão acesa. O amor e a felicidade passam por você para chegar ao outro, não importa o que você esteja fazendo, se está cuidando do jardim, construindo uma casa, cozinhando, cuidando de uma empresa ou de uma pessoa.
 



OITAVA CHAVE: LEMBRANÇA CONSTANTE DE DEUS.

Lembre-se de que Deus está em tudo: dentro, acima, abaixo, dos lados – em todos os lugares.

Ele é a vida única que age em todos os corpos e é o seu Eu Real. Essa percepção de que tudo é Um e de que a energia espiritual se manifesta em todas as formas de vida, promove um profundo contentamento. Não há palavras para descrever essa experiência, ela só pode ser vivida. A sua vida se transforma numa prece, numa oferenda a Deus. Pode passar um tsunami, mas você não se esquece de Deus. Pouco a pouco, a sua fé se torna constante e inabalável, até que possa sustentar a eterna conexão com Deus.

A partir dessa conexão, você olha para o outro e enxerga além das aparências, porque você vê somente Deus e assim pode reverenciá-lo. Este é um sincero namaste: a divindade que está em mim saúda a divindade que está em ti.

Se verdadeiramente utilizar essas oito chaves na sua vida, inevitavelmente você irá experienciar a paz. Essa é a minha experiência.

Durante a fase do desenvolvimento da consciência que eu chamo de “ABC da Espiritualidade” ou purificação do “eu inferior”, muitas vezes, descobrimos verdades pouco agradáveis sobre nós mesmos. Durante esse processo, enfrentamos obstáculos que precisam ser removidos. Aos poucos, nós aprendemos a identificá-los e removê-los e, ao removermos aquilo que não nos serve mais, podemos nos tornar canais do amor divino, para que ele flua livremente através de nós.”

*Prem Baba em Transitando do Sofrimento para a Alegria*


TFA
Ir Daniel Martina - Edição e Ilustração


Conheça a Filhos do Arquiteto Brasil em Nossas Redes Sociais: 


Portal de Anéis Religiosos, Maçônicos e Medievais - Clique
 
 
 
 
 
 
 
 
Shalom Adonai .´.
 

22 de janeiro de 2018

5 SINAIS DE QUE SUA CASA ESTÁ INFESTADA POR OBSESSORES E COMO SAIR DESSA SITUAÇÃO:



 
Seu lar deixou de ser um lugar reconfortante?

Não consegue dormir direito, e não encontra o verdadeiro sossego em lugar nenhum?

Sente culpa por coisas que aconteceram há muito tempo e não consegue se libertar?
 
Nem sempre somos culpados por alguns males que nos acontecem, nem sempre nossas escolhas são vilãs como dizem muito por aí. A perseguição gratuita existe e é muito mais forte do que as pessoas imaginam. Não falo aqui somente de opressores espirituais, falo também das energias nocivas que mandam na sua direção e na direção de sua família e você nem se dá conta.
 
Pode ser um espírito que fica na sua casa se sentindo dono dela, ou alguém encarnado que você se desentendeu e a pessoa ficou com ódio de você ou de um dos seus familiares.

 Quando alguém te odeia, cria uma conexão negativa com você, envia constantemente energias negativas na sua direção, isso causa aqueles acontecimentos sem explicação, doenças sem explicação, azares que insistem em permanecer.
 
Preste atenção em alguns sinais bem típicos de lares que sofrem com esse tipo de obsessão, mas não se preocupe, se é o seu caso, existe como combater e se livrar para sempre desse mal.

 
1 – Sempre tem alguém doente em casa
Não existe uma folga na sua família, quando não é um é o outro. Infecções e inflamações, acidentes, despesas com remédios, enfim, hospitais e laboratórios fazem parte da sua rotina.

 
2 – Brigas e desentendimentos constantes
Ás vezes dá a impressão que ninguém concorda com nada, discutem, ficam de cara virada por dias, semanas ou até meses. Fazem as pazes até a próxima discussão, e começa novamente.

 
3 – Falta de prosperidade financeira
Na sua casa você é um exímio equilibrista, o orçamento nunca fecha e as contas não dão folga. Se consegue ganhar mais em um mês, aparece uma despesa extra. Sair, comprar roupas e sapatos, viajar não fazem parte dos seus planos já tem algum tempo. Ninguém consegue ter ideias para sair do sufoco.

 
4 – Vícios
O que vem a mente quando falamos de vícios é sempre drogas ou alcoolismo, mas existem alguns que chegam a ser tão nocivos quanto estes como: Reclamações e vitimismo exagerados, compulsão por comida, compulsão exagerada por limpeza, fofocas e maledicência, tristeza e ódio, remoer o passado como se não existisse futuro, medo, hipocondria, e gostar de provocações e brigas.

 
A tristeza e o vitimismo são comportamentos viciantes e nesses casos o viciado não percebe que é uma pessoa negativa. A culpa pelos problemas e pela sua tristeza é de qualquer um ou qualquer circunstância, menos dele.

 
O medo muitas vezes vira um amigo, a pessoa apega-se a ele e acha que se soltá-lo, algo de ruim vai acontecer, por isso se afasta de muitas coisas e acredita que isso lhe trará proteção.

 
No caso da compulsão por comida, o viciado usa ela como remédio para sua dor ou apatia. Nem sempre a pessoa que tem essa compulsão está acima do peso, e em alguns casos a pessoa tem o paladar prejudicado, não sente o real sabor da comida. Não consegue apreciar o prazer da refeição, come muito e come rápido.

 
Todos estes vícios são tão difíceis de tratar quanto o alcoolismo e o vício em drogas, além da remoção de obsessões é preciso tratamento especializado.

5 – Pensamentos Impróprios e Negativos
É como se alguém colocasse lenha na sua fogueira interna, ou na fogueira interna de alguém da sua família. Esses pensamentos causam medo, paranoia, desconfortos e mal-estar, além de cansaço.


Esses pensamentos vem de repente sem que exista um controle ou filtro, parecem vir de dentro, mas na realidade vem de fora. A pessoa começa a ficar paranoica, acha que ninguém gosta dela, falam mal pelas suas costas, obsessores gostam de causar isso em suas vítimas.
 
Muitas pessoas passam por esse processo, poucas conseguem enxergar, muitas se deixam contaminar pois a família acaba se tornando tóxica.



Como sair?
 
Primeiro passo – Comece a praticar sua fé dentro de casa.
 
Não importa a sua religião, faça orações e leitura do evangelho todos os dias. Se algum familiar não gosta, tenha bom senso, faça na ausência dele, não provoque. Se você tentar impor sua fé a um familiar que não acredita, só vai conseguir mais brigas. Faça no mesmo horário todos os dias. Faça do jeito que der, sem desculpas.

 
Segundo passo – Se você vive com um viciado, é praticamente certo que está magoado e se sente impotente diante da situação. Procure ajuda para você! Sim, você precisa se recompor, estar emocionalmente equilibrado para poder ajuda-lo a sair do vício. Precisa enxergar a situação como ela é e não com o turbilhão de sentimentos que está sentindo. Tenha paciência e não discuta mais. Vai ser difícil no começo, mas ao não ter poder sobre você e seus sentimentos o obsessor ficará fraco e será mais fácil de derrotar. Desvincular-se de sentimentos negativos como revolta e falta de fé é primordial. Esse passo é o mais importante de todos.

 
Terceiro passo – Quando você estiver equilibrado as coisas começarão a dar certo na sua vida, sua positividade chamará a atenção de outro membro de sua família. Traga-o para o seu lado com carinho e paciência, sem julgamentos e imposições, seja amável. Não são as críticas que salvam, e sim o amor e a compreensão.

 
Quarto Passo –  O viciado será mais atacado pelos obsessores, pois eles agora estarão em desvantagem contra você. Fique ajudando em oração, não enfraqueça, esse momento será crucial para conseguir tirar o viciado do domínio de obsessores. Poucas pessoas chegam nesse estágio, para fazer a diferença você deve estar forte e contar com ajuda espiritual. Compreenda que muitas palavras ditas pelo viciado não são deles e sim do obsessor, tenha sempre isso em mente. Esse é o momento em que o viciado aceitará ajuda. Entenda, não será a cura do vício, mas o início da jornada. As críticas deverão ser banidas. Seja paciente e motivador.

Lembre-se que tudo é energia, porém a energia positiva é mais forte que a negativa, não tenha dúvidas. O bem sempre vencerá o mal. O mal sempre será enfraquecido diante do amor e do pensamento positivo.

 
fonte : O segredo!


TFA
Ir.´. Daniel Martina


A Filhos do Arquiteto Convida as Nossas Redes: 

Portal de Anéis Maçônicos e Medievais:


 
Nosso Canal Youtube:
 


Facebook:
 

Instagram:
@filhosdoarquiteto

16 de janeiro de 2018

Quem inventou a Maçonaria? - Pílula Maçônica nº 48




Algumas Organizações, de um modo geral, semelhantes ou não à nossa Ordem, foram idealizadas, projetadas e, finalmente, estabelecidas.


Por exemplo, podemos citar a o “Escotismo” que foi fruto de uma pequena experiência com um grupo de jovens, planejada, por seu fundador Lord Robert Baden Powell, na Inglaterra em 1907. Com o êxito dessa experiência, foi planejado e desenvolvido um movimento sem fins lucrativos, agora totalmente estruturado, com suas leis, símbolos, deveres, etc, que é um sucesso até hoje.


E quem inventou ou planejou a Maçonaria?


Baseado em pesquisas feitas em livros ingleses e neo-zelandeses, pode ser dito que ninguém ou qualquer grupo de indivíduos descobriu, planejou ou inventou a Maçonaria. Ela é uma Instituição que se desenvolveu gradualmente ao longo de um período de anos, e muitas pessoas tomaram parte e colaboraram com seu crescimento.


A nossa Ordem criou raízes dentro das Lojas dos Maçons Operativos e nós podemos seguir seu curso desde o começo através do “Cerimonial” (Iniciação, Colação de Grau, Instalação, etc).


Muito simbolismo tem sido enxertado no “Ritual” (Inglaterra) em tempos mais ou menos recentes e mesmo a eminência do Templo do Rei Salomão e a Lenda de Hiram Abif, aparecem, como já dito, em tempos comparativamente recentes.


A Grande Loja de Londres e Westminster (posteriormente transformada na Grande Loja Unida da Inglaterra em 1813) foi fundada em 1717, mas a Lenda de Hiram Abif somente aparece imprimida em 1730 no “livro” de Samuel Prichard denominado “A Maçonaria Dissecada”. Uma Lenda alternativa referente aos “Filhos de Noé” foi achada nos Manuscritos de Graham em 1726.


A maneira de se expressar, a “linguagem” do “Ritual”, foi extraída da Literatura Inglesa da época compreendida entre 1790 e 1820 e, a partir desse período, o “Ritual” assume a presente forma. Ele foi, também, enxertado com passagens da Bíblia e pensamentos de escritores ingleses famosos na época.


Em torno de 1825, o “Ritual” foi praticamente estabelecido e somente pequenas alterações foram feitas. Relíquias da antiga forma do “Ritual” são ainda encontradas em livros catequéticos, na forma de perguntas e respostas.


Uma das maiores mudanças foi o abandono desse tipo de ensinamento (perguntas e respostas) e estabelecendo o tipo encontrado no atual “Ritual”.

TFA
Por Alfério Di Giaimo Neto  - M∴I∴


http://www.filhosdoarquiteto.com/pulseiras-masculinas/puseiras-kabbalah-technology


A Filhos do Arquiteto Convida as Nossas Redes:




 

Portal de Anéis Maçônicos e Medievais:


 
Nosso Canal Youtube:
 


Facebook:
 

Instagram:
@filhosdoarquiteto

Fatos Maçônicos para o dia 16 de janeiro

 
 

Fatos Maçônicos para o dia 16 de janeiro:
 
 
 
1822 - No dia 16 de janeiro de 1822,Dom Pedro nomeou Ir.'. José Bonifácio de Andrada e Silva ministro dos Negócios do Interior, da Justiça e dos Estrangeiros. Nos meses seguintes, o apoio do Partido Brasileiro a dom Pedro e o movimento de Independência cresceram bastante, principalmente na região Sudeste. Por outro lado, a corte de Lisboa continuava exigindo a volta do príncipe regente. Mais uma vez ele desafiou Portugal: determinou que as ordens de Lisboa só teriam validade no Brasil depois de passar pelas suas mãos e receber autorização, o que ficou conhecido como "Cumpra-se".
 
 
Diante dessa medida, o príncipe regente recebeu do Senado da Câmara do Rio de Janeiro o título de Defensor Perpétuo do Brasil. No dia 7 de setembro, às margens do riacho Ipiranga, ele leu uma carta de Portugal que exigia seu retorno imediato e outra de José Bonifácio que dizia: "Só existem dois caminhos: ou voltar para Portugal como prisioneiro das cortes portuguesas ou proclamar a Independência, tornando-se imperador do Brasil".

 

1860 - O Catarinense, brigadeiro, conselheiro e Maçom Coelho da Província e deputado geral por Santa Catarina. Chefiou o Ministério da Marinha, interinamente, e o da Guerra, sendo também vogal do Supremo Tribunal Militar. Morre, na cidade fluminense de Friburgo, o fundador da imprensa Jerônimo Francisco, natural da cidade de Laguna. Foi deputado provincial, vice presidente

 

1954 - Grande Loja Distrital de Mestres Maçons da Marca - Brasil - A cerimônia de Consagração e Instalação foi realizada à 18:00 horas do dia 16 de janeiro de 1954, no Templo Maçônico então existente na Escola Britânica da Rua General Couto de Magalhães Nº 257, em São Paulo. O Grande Oficial Consagrador foi o Ir. James John Douse, que contou com assistência do irmão Frank Craymer Toogood como Diretor de Cerimônias e do Irmão D. D. Burnett como Capelão. O primeiro Grão Mestre Distrital da Marca foi o E. Ir. Ernest Cunningham que nomeou e investiu o V. Ir. Ernest Edward Cromack como Grão Mestre Distrital Adjunto. 

 

1981 - Loja Maçônica Luz no Horizonte passou a realizar suas sessões em seu templo, localizado no subsolo do Palácio Maçônico do Grande Oriente do Estado de Goiás, composta pelos irmãos: Venerável; IVASE CIQUEKAZU, 1º Vigilante; SEBASTIÃO AUGUSTO DA SILVA, 2º Vigilante; IZAIAS MOREIRA CEZAR, Orador; EURIPEDES BARBOSA NUNES, Secretário; DAVID DE OLIVEIRA FILHO, Tesoureiro; JULIO FAUSTO DE FARIA, Chanceler; VICENTE DIAS RIBEIRO.

 

No dia 16 de janeiro de 1981, foi realizada a primeira sessão de mestre da Loja, quando foi concedido oquite-placet, ex-ofício, ao Ir.: ORLANDINO DIVINO DA SILVA.

 
 

 
Outros acontecimentos para o dia 16 de janeiro:

 

Em 16 de janeiro de 1984, Michael Jackson recebe elogios ao vencer um dos maiores prêmios da música mundial. Começa a crescer Thriller, que mudaria o panorama da música dos anos 80. O álbum até hoje é umdos recordistas em vendagens, desbancando a até então campeã trilha de Embalos de Sábados à Noite.

 

1861 - É implantada a comunicação telegráfica submarina entre a península Ibérica e as ilhas Baleares.

 
 

1902 - A Alemanha obtém a concessão para construir a ferrovia Konia-Bagdá, no Império Otomano.

 

1908 - Grandes conflitos de operários em Chicago, nos Estados Unidos.
 

1911 - Nasce Eduardo Frei, presidente do Chile.

 

1914 - O escritor russo Máximo Gorki é autorizado a voltar ao seu país, após oito anos de exílio.
 

1941 - II Guerra Mundial: iniciam os ataques aéreos alemães à Malta, sendo o começo da guerra no Mediterrâneo.

 

1956 - O Islamismo se converte como religião oficial do Egito, por mandato constitucional. 

 

1957 - Inaugurada a casa noturna The Cavern Club, em Liverpool, na Inglaterra. Foi no local que os Beatles iniciaram sua carreira artística.
 
 

1969 - O estudante Jan Palach coloca fogo em si mesmo e morre na praça Wenzel, de Praga, em protesto pela ocupação soviética na Checoslováquia e a abolição das liberdades individuais.

 

1970 - O coronel Muammar Kadafi torna-se primeiro-ministro da Líbia. Ele lidera um golpe militar que derruba a monarquia pró-Ocidente.

  

1979 - O xá do Irã deixa o país ao ser expulso pelo Aiatolá Khomeini.
 

1980 - O ex-Beatle Paul McCartney é preso em Tóquio, no Japão, acusado de porte de maconha. Dez dias depois, foi solto e extraditado do país.

 

1989 - O Conselho de Segurança da ONU aprova por unanimidade o plano para a independência da Namíbia, pedindo ao Governo da África do Sul que reduza sua presença militar nesse território.

 

1991 - Forças aliadas, lideradas pelos Estados Unidos, iniciam uma ofensiva militar contra o Iraque. É o começo da Guerra do Golfo.

  

1998 - A indústria do tabaco chega a um acordo de US$ 15 bilhões com o estado de Texas como compensação pelos danos à saúde causados pelo fumo.

 

 


 

Curiosidades:

 
(16 de Janeiro) é o 16.º dia do ano no calendário gregoriano. Faltam 349 dias para acabar o ano (350 em anos bissextos).

 

Ano:2018Década:2010Século:XXIMilênio:3º
 

6 curiosidades da vida de Michael Jackson que pouca gente sabia

 
Talvez ele tenha sido o mais controverso artista da atualidade. A vida de Michael terminou envolvida em mistérios. O site Oddee fez uma relação de curiosidades sobre a vida de Jackson que pouca gente sabe.


Michael dormia numa cama de oxigênio

Para aumentar a beleza e viver mais tempo, Michael Jackson utilizava uma câmara de oxigênio para dormir. Posteriormente, ele doou o aparelho para um centro médico californiano para ajudar no tratamento de vítimas de queimaduras.

 
Michael e a escultura egípcia

 
Um usuário do Flickr tirou a foto de uma antiga escultura feminina egípcia, no Museu Field, em Chicago. Especula-se que Michael Jackson tenha se inspirado nela para realizar suas cirurgias plásticas. (Fonte)


Michael Jackson patenteou botas anti-gravidade

 
Michael inventou e patenteou botas especiais que permitiam movimentar seu corpo desafiando a gravidade. Ele as usou no famoso clipe “Smooth Criminal”.


O macaco Bubble, melhor amigo de Michael

 
Em 1985, Michael resgatou um chimpanzé com câncer de um centro de pesquisa no Texas. A partir desse momento, o macaco passou a ser seu companheiro e suposto melhor amigo. Ele até excursionou com Michael durante a turnê Bad. Agora ele vive num santuário animal, onde pode ser visitado pelo público. Michael continuou a visitar seu amigo juntamente com seus filhos. (Fonte)

 
Michael sofria de uma rara doença genética

 
Michael Jackson sofria de um raro distúrbio genético chamado “alfa-1 antripsina”. A condição atinge apenas um em cada 8000 pessoas e é responsável por causar uma doença pulmonar. Os sintomas incluem falta de ar após alguma atividade, perda de peso, infecções respiratórias, fadiga e anormalidades na visão. (Fonte)
 

Quando uma criança não gosta de você, ela lhe diz isso, mas os adultos fingem e assumem falsas atitudes. Ah, se o mundo pudesse ser cheio de crianças!

  

"O saber a gente aprende com os mestres e os livros, a sabedoria se aprende com a vida"   
 
 
 TFA
Ir Daniel Martina
 
 

A Filhos do Arquiteto Convida as Nossas Redes:
 

Portal de Anéis Maçônicos e Medievais:

 
Nosso Canal Youtube:
 

Facebook:
 
Instagram:
@filhosdoarquiteto